INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / SUADO MAS SABOROSO
Tondela acaba com ‘maldição’ da Madeira
 
 

8/25/2019
SUADO MAS SABOROSO
Tondela acaba com ‘maldição’ da Madeira



Costuma-se dizer que quando é sofrido tem outro sabor, e assim foi. O CD Tondela venceu este domingo por 2-3 na casa do Marítimo e fez algo que ainda não havia conseguido desde que está na Liga NOS, sair da ilha da Madeira com os três pontos na bagagem.



Depois de oito jogos e outros tantos desaires, os auriverdes chegaram à vitória num jogo onde estiveram a vencer por 0-2, sofreram o empate em seis minutos mas reagiram e fizeram o terceiro golo aos 90 minutos que iria garantir os consequentes três pontos.



Numa equipa com três alterações em relação à última jornada, Natxo González viu o Tondela ser novamente uma equipa com personalidade, qualidade na posse de bola e sempre com instinto de acercar-se da área adversária. À beira do intervalo e sequência de uma falta sobre Jhon Murillo, Deni Jr bateu da marca dos 11 metros e fez o 0-1, resultado que se manteve até ao apito do árbitro André Narciso para o términus do primeiro tempo.



A segunda parte trouxe um Marítimo a correr atrás do marcador mas foram os beirões a aumentar a contenda quando João Pedro, acabado de entrar, fez o 0-2 aos 66 minutos. No entanto é certo e sabido que este é um dos resultados mais perigosos no futebol e os madeirenses conseguiram chegar à igualdade em apenas seis minutos.



Com 2-2 no marcador e com o estádio a acreditar num terceiro tento madeirense, o Tondela não se atemorizou e foi atrás da primeira vitória na Pérola do Atlântico, e assim aconteceu. De novo de grande penalidade, aos 90’, Richard bateu a contar e fez o 2-3 final que demonstrou, e reforçou, os bons sinais de uma equipa que continua a crescer e a maturar a olhos vistos.



Um triunfo importante, e histórico, mas que vale apenas e só três pontos. Esta segunda-feira o plantel treina da parte da manhã já com o pensamento no jogo da próxima jornada frente ao Santa Clara.  



Confere a ficha deste jogo:



Estádio do Marítimo, Funchal



Assistência: Cerca de 5 mil espectadores



Árbitro: André Narciso



Marítimo: Charles, Nanu (Rodrigo Pinho, 69’), Zainadine, Dejan Kerkez, Rúben Ferreira, Franck Bambock, Vukovic (Getterson, 46’), Correa (Barrera, 19’), Jhon Cley, Marcelinho, Daizen Maeda;



Suplentes: Amir, René Santos, Edgar Costa, Erivaldo, Barrera, Getterson, Rodrigo Pinho;



Treinador: Nuno Manta.



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Bruno Wilson (Philipe Sampaio, 84’), Yohan Tavares, Filipe Ferreira, Pepelu, Jaquité, Jhon Murillo, Xavier (Pité, 73’), Richard Rodrigues, Deni Jr (João Pedro, 65’);



Suplentes: Niasse, Pedro Augusto, João Pedro, Pité, Tomislav Strkalj, Jonathan Toro, Philipe Sampaio;



Treinador: Natxo González.



Disciplina: Cartão amarelo a Pepelu (26’), Cláudio Ramos (66’), Yohan Tavares (71’), Moufi (82’), Charles (83’), Barrera (86’), Pité (90’+5);



Marcadores:



0-1 Denilson, 45+1 minutos (gp)



0-2 João Pedro, 66



1-2 Rodrigo Pinho, 70



2-2 Daizen Maeda, 76



2-3 Richard Rodrigues, 90’ (gp)