INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / PONTO PENALIZADOR
Grande exibição do Tondela merecia mais que o empate
 
 

9/1/2019
PONTO PENALIZADOR
Grande exibição do Tondela merecia mais que o empate



Um ponto ganho ou dois perdidos? Pergunta da praxe mas de resposta fácil – dois perdidos! Assim foi esta tarde no João Cardoso perante o empate a zero entre CD Tondela e Santa Clara.



Os beirões saíram do relvado com o sentimento amargo de uma igualdade que sabe a pouco apesar do conjunto treinado por Natxo González ter jogado em inferioridade numérica a partir do 25º minuto depois da expulsão de Moufi por vermelho direto. Mas antes (no minuto anterior), Richard Rodrigues já tinha falhado uma grande penalidade perante o guardião dos açorianos, dois duros golpes nos tondelenses que ainda assim não abalaram a equipa beirã que se adaptou, reajustou e voltou a estar por cima do encontro tendo ainda antes do intervalo outra grande oportunidade de novo com o keeper do Santa Clara a brilhar ao mais alto nível perante o remate rasteiro de Denilson Junior.



O segundo tempo trouxe de novo um CD Tondela dominador, por cima do jogo e a ser infeliz na hora de rematar à baliza com Richard Rodrigues a acertar no poste aos 50 minutos. A inferioridade numérica não se notava dentro de campo e a injustiça no marcador ficou ainda mais reforçada quando Denilson Junior desperdiçou a segunda grande penalidade do jogo para os auriverdes. Parecia mentira mas não era, aos 78’ Marco voltava a brilhar ao parar novo um remate da marca dos 11 metros e assim fechava a sete chaves a sua baliza.



Contas feitas, mais um ponto amealhado que carimba o melhor arranque do CD Tondela desde que está na Liga NOS. São cinco pontos em quatro jornadas, mas o sentimento é que já poderiam ser mais. No entanto uma palavra elogiosa para a nossa equipa, pela entrega e qualidade que deu durante todo o encontro que reforça e dá corpo ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido desde o primeiro dia desta época.



Nota ainda para o nosso capitão Cláudio Ramos que completou ao minuto 70 uma série de 7000 minutos consecutivos na Liga NOS, uma marca que só está ao alcance dos melhores. Parabéns Cláudio, vamos juntos rumo a novos recordes!



Confere a ficha deste jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 2122 espectadores



Árbitro: Manuel Mota



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Bruno Wilson, Yohan Tavares, Filipe Ferreira,  Xavier (Jonathan Toro, 62’), Jaquité, Pepelu, Jhon Murillo, Denilson Jr (Pité, 90’+3’), Richard Rodrigues (João Pedro, 84’);



Suplentes: Niasse, Philipe Sampaio, Pité, João Pedro, Jonathan Toro, Tomislav, Rubilio Castillo;



Treinador: Natxo González.



Santa Clara: Marco, Patrick, Fábio Cardoso, João Afonso, Mamadu, Bruno Lamas (Nené, 62’), Osama Rashid, Francisco Ramos (Zé Manuel, 53’), Carlos Jr, Thiago Santana e Pineda (Ukra, 62’).



Suplentes: André, César, João Lucas, Nené, Alfredo Stephens, Zé Manuel, Ukra;



Treinador: João Henriques.



Disciplina: Cartão amarelo para Jhon Murillo (13’), Richard Rodrigues (36’), Osama Rashid (60’), Nené (70’). Cartão vermelho direto para Moufi (25’);