INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / QUANDO A BOLA NÃO QUER ENTRAR
Tondela esbarra na ineficácia ofensiva
 
 

12/1/2019
QUANDO A BOLA NÃO QUER ENTRAR
Tondela esbarra na ineficácia ofensiva



O CD Tondela perdeu este domingo por 0-1 frente ao Belenenses SAD e voltou a não conseguir evitar a derrota depois de estar atrás do marcador.



Num jogo em que os beirões treinados por Natxo González fizeram mais do que o suficiente para somar pontos, a maior eficácia do Belenenses SAD acabou por fazer a diferença.



Do lado dos auriverdes fica na retina o maior controlo do jogo em grande parte do encontro e as inúmeras oportunidades que esbarraram ora nos ferros da baliza do adversário, ora no guarda-redes do Belenenses SAD, ou ainda em cortes vitais feitos pelos defensores do emblema lisboeta.



Com o golo sofrido no arranque do segundo tempo, os tondelenses acusaram o “toque” e demonstraram, aqui e ali, maior precipitação na definição das jogadas, cenário que se repetiu ao longo da etapa final do encontro.



Ainda assim, repetimos, o balanço total demonstra uma exibição suficiente para conquistar pelo menos um ponto.



No entanto, o futebol não tem lugar para vitórias morais e por isso o caminho é só e apenas um, o trabalho para que o regresso às vitórias aconteça já na próxima jornada.



Hoje a bola não quis entrar. Vamos trabalhar para que seja diferente daqui para a frente. 



Confere a ficha de jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 1413 espectadores



Árbitro: Rui Costa



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Bruno Wilson, Yohan Tavares, Filipe Ferreira (João Reis, 83’), Jhon Murilo, João Pedro (Richard Rodrigues, 80’), Pepelu, Xavier, Jonathan Toro (Tomislav, 66’), Denilson Junior;



Suplentes: Babacar Niasse, João Reis, Ricardo Alves, Jaquité, Ruben Fonseca, Tomislav, Richard Rodrigues;



Treinador: Natxo González



Belenenses SAD: Koffi, Tiago Esgaio, Nuno Coelho, Tomás Ribeiro, Chima Akas, Show, André Sousa (Hakim, 76’), Silvestre Varela, Robinho (André Santos, 46’), Licá, Cassierra (Marco Matias, 89’);



Suplentes: André Moreira, Kikas, Francisco Varela, Hakim, André Santos, Benny, Marco Matias;



Treinador: Pedro Ribeiro.



Disciplina: Cartão amarelo a Robinho (26’), Show (52’), Koffi (66’), João Pedro (70’), Yohan Tavares (83’);



Marcador:



0-1 Licá, 48 minutos