INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / ENTRADA NA DÉCADA A EMPATAR
Tondela pontua no regresso do campeonato
 
 

1/5/2020
ENTRADA NA DÉCADA A EMPATAR
Tondela pontua no regresso do campeonato



Novo ano, velhos hábitos. O Tondela entrou em 2020 com um empate 1-1 frente ao Gil Vicente e voltou a não conseguir alcançar os três pontos em casa que tanto ambicionava e que colocaria o conjunto auriverde no final desta ronda 15 no lote dos quintos classificados.



Num Estádio João Cardoso bem composto, a equipa treinada por Natxo González entrou praticamente a vencer com Ricardo Alves a desviar de cabeça para o 1-0, estavam jogados cinco minutos. O defesa central apontava desta forma o primeiro golo esta época, o segundo de auriverde vestido.



A estatística desta época dizia que sempre que os beirões marcavam primeiro, a vitória ficava do lado do Tondela e oportunidades não faltaram para aumentar a contenda quando Denilson Junior atirou por cima aos 8’ praticamente à boca da baliza. O Gil Vicente acabou por reagir e aos 15’ fez o empate, resultado que se prolongou até ao fim do encontro.



Sempre com mais posse mas também com dificuldade em ter profundidade no seu jogo, os auriverdes tiveram aos 56 minutos nova oportunidade para se recolocar na frente do marcador mas Pepelu desperdiçou uma grande penalidade, permitindo a defesa ao guarda-redes do Gil Vicente – o terceiro remate falhado em casa esta época dos 11 metros.



Até ao final do encontro nota para a estreia de Ruben Fonseca na Liga NOS. O jovem ponta de lança de 19 anos que já tinha somado os primeiros minutos com a principal camisola do Tondela na Taça de Liga, foi aposta de Natxo González, dando cada vez mais “força” ao projeto de apostar nos jovens talentos da formação beirã.



Com este empate os auriverdes somam agora 19 pontos e já superaram quando faltam duas jornadas, a cifra da época transata, no final da primeira volta. No entanto, e corridas que estão sete rondas em casa, prolonga-se a malapata no nosso reduto com cinco pontos conquistados e quatro golos apontados diante dos nossos adeptos.



Por falar em adeptos, de novo não nos faltaram. O nosso João Cardoso esteve composto nesta tarde solarenga de arranque de década. O resultado não foi o pretendido, mas numa maratona como é a Liga NOS, é sempre importante irmos somando. Por isso, hoje, amealhámos mais um ponto e temos a certeza que as dificuldades de hoje, serão as forças que teremos à frente para festejarmos, ainda mais.



A equipa volta a treinar já esta segunda-feira, folgando depois na terça-feira. O foco, como sempre, está já colocado na partida da próxima jornada frente ao SC Braga.



Confere a ficha de jogo:



Estádio João Cardoso



Assistência: 1802 espectadores



Árbitro: António Nobre



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Filipe Ferreira, Jhon Murilo, Jaquité (João Pedro, 72’), Pepelu, Xavier, Denilson Junior (Ruben Fonseca, 72’), Jonathan Toro (Richard Rodrigues, 83’);



Suplentes: Babacar Niasse, João Reis, João Pedro, Tomislav, Richard Rodrigues, Philipe Sampaio, Ruben Fonseca



Treinador: Natxo González.



Gil Vicente FC: Denis, Fernando, Ygor Nogueira, Ruben Fernandes, Henrique Gomes, Claude Gonçalves, Soares, Ruben Ribeiro (Naidji, 68’), Baraye (Romário, 68’), Sandro Lima, Lourency Rodrigues (Ahmed Isaiah, 86’);



Suplentes: Bruno, João Afonso, Naidji, Romário, Edwin Vente, Samuel Lino, Ahmed Isaiah:



Treinador: Vítor Oliveira.



Disciplina: Cartão amarelo a Claude Gonçalves (64’), Henrique Gomes (66’), Jonathan Toro (69’), Yohan Tavares (89’)



Marcador:



1-0, Ricardo Alves, 5’



1-1, Baraye, 15’