INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / DO CÉU AO INFERNO
10 minutos fatais para o Tondela em Braga
 
 

1/12/2020
DO CÉU AO INFERNO
10 minutos fatais para o Tondela em Braga



O Tondela perdeu esta noite por 2-1 em Braga numa partida em que esteve perto de conseguir pontos na “Pedreira”.



Na frente do marcador desde o minuto 37 com Jhon Murillo a fazer o 0-1, o conjunto auriverde acabou por vacilar na última dezena de minutos, com os bracarenses a marcarem por duas vezes, a segunda das quais já dentro do período de compensação, impedindo desta forma a conquista de pontos por parte da equipa treinada por Natxo González.



Com este desaire, os beirões desceram praticamente do céu ao inferno em apenas 10 minutos, passando de um cenário de possível triunfo para uma derrota que desta forma custa a “engolir”. Desta forma o CD Tondela sai de Braga com os mesmos 19 pontos com que tinha iniciado esta jornada 16 da Liga NOS, dando novamente sinais positivos do seu crescimento como equipa.



O plantel folga esta segunda-feira, dando inicio à preparação para o jogo frente ao Moreirense na próxima terça-feira, partida que marca o fecho da primeira volta do campeonato.



Confere a ficha de jogo:



Estádio Municipal de Braga.



Assistência: Cerca de seis mil espectadores



Árbitro: Jorge Sousa



SC Braga: Matheus, Tormena, Bruno Viana, Raúl Silva, Esgaio, Palhinha (André Horta, 46’), Fransérgio, Ricardo Horta (Wilson Eduardo, 74’), Murilo (Galeno, 46’), Trincão, Paulinho.



Suplentes: Eduardo, Pablo, André Horta, Xadas, Wilson Eduardo, Galeno, Rui Fonte;



Treinador: Rúben Amorim.



CD Tondela: Cláudio Ramos, Bruno Wilson, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Fahd Moufi, Pepelu (João Pedro, 85’), Pité, Filipe Ferreira (João Reis, 90’), Jhon Murilo, Xavier (Jonathan Toro, 77’), Denilson Júnior.



Suplentes: Babacar Niasse, João Pedro, João Reis, Ruben Fonseca, Jonathan Toro, Richard Rodrigues, Philipe Sampaio).



Treinador: Natxo González.



Disciplina: Cartão amarelo a Trincão (11), Bruno Wilson (25), Palhinha (29), Pité (34), Esgaio (60), Fransérgio (62) e Cláudio Ramos (71).



Marcador



0-1, Jhon Murilo, 37’



1-1, Paulinho, 79’



2-1, Paulinho, 90’+1’