INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / DESCONCENTRAÇÃO FATAL
Um lance ditou perda de 2 pontos
 
 

1/18/2020
DESCONCENTRAÇÃO FATAL
Um lance ditou perda de 2 pontos



Há erros que se pagam caro. Assim foi esta tarde/noite no João Cardoso. O CD Tondela empatou 1-1 frente ao Moreirense FC num encontro em que fez o suficiente para ficar com os três pontos mas acabou por ser penalizado ao sofrer a igualdade no único remate enquadrado do adversário em todo o encontro.



Mas voltemos ao inicio do encontro onde, novamente, a marca dos 11 metros foi madrasta. Depois dos penáltis falhados com o Santa Clara (2) e Gil Vicente, desta festa foi Pité a não conseguir concretizar o pontapé de penalidade, acertando em cheio no poste direito da baliza dos cónegos.



No entanto os auriverdes nunca perderam o tino foram sempre superiores em todos os capítulos do encontro, desperdiçando várias ocasiões para abrir e até ampliar o marcador a favor do conjunto de Natxo González.



Aos 55’ Bruno Wilson disse “sim” ao cruzamento de Pepelu e fez o 1-0. O jogo parecia bem encaminhado com os beirões a estarem sempre mais perto do segundo golo do que o Moreirense do empate. Mas já se sabe que o futebol muda radicalmente e, possivelmente, na única falha de concentração coletiva, os cónegos fizeram o golo do empate, deixando o marcador com 1-1.



Até ao final o CD Tondela ainda tentou ir atrás do tento da vitória mas acabou por não conseguir recuperar a vantagem.



Com esta igualdade os auriverdes fecham a primeira volta com 20 pontos, a melhor cifra desde que está na Liga NOS, existindo a clara consciência que a equipa poderia ter neste momento mais 5 a 6 pontos amealhados.



O plantel tondelense volta a treinar já este domingo para iniciar a recuperação ao encontro deste sábado, folgando depois na 2ª feira.



Confere a ficha do jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 1861 espectadores



Árbitro: Vitor Ferreira



CD Tondela: Cláudio Ramos, Fahd Moufi (Richard Rodrigues, 80’), Bruno Wilson, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Filipe Ferreira, Jhon Murilo, Pepelu, Pité (João Pedro, 90’), Tomi, Xavier (Jonathan Toro, 64’);



Suplentes: Babacar Niasse, Jaquité, João Pedro, Ruben Fonseca, Jonathan Toro, Richard Rodrigues, Philipe Sampaio;



Treinador: Natxo González



Moreirense FC: Mateus Pasinato, D’ Alberto, Rosic, Steven Vitória, Abdu, Luís Machado (Pato, 62’), Fábio Pacheco, Pedro Nuno, Filipe Soares, Fábio Abreu (Nenê, 69’), Alex Soares (Manê, 85’).



Suplentes: Trigueira, Iago, Manê, Nenê, Ibrahima, Bilel, Pato;



Treinador: Ricardo Soares.



Disciplina: Cartão amarelo a Fahd Moufi, (45’+1’), Alex Soares (47’), Fábio Pacheco (68’), Nenê (87’)



Marcador:



1-0 Bruno Wilson, 55’



1-1 Nenê, 79’