INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / QUANDO NÃO SE GANHA… QUE SE EMPATE
Tondela merecia mais, mas só somou um ponto frente ao Boavista
 
 

3/7/2020
QUANDO NÃO SE GANHA… QUE SE EMPATE
Tondela merecia mais, mas só somou um ponto frente ao Boavista



“Grão a grão…”, todos sabem o resto deste ditado. Neste caso ponto a ponto, o Tondela vai somando nesta maratona chamada Liga NOS. Esta tarde os auriverdes empataram 1-1 em casa frente ao Boavista numa partida em que a importância de voltar aos pontos se sobrepõe ao sentimento que a igualdade soube a pouco para os pupilos de Natxo González.



Na estreia de Ronan como titular e ainda com o regresso ao onze de Pité, os beirões cedo demonstraram maior supremacia sobre os axadrezados e foi com justiça que chegaram ao 1-0 aos 25 minutos com Ronan, frio e eficaz, a inaugurar o marcador.



No entanto, e pela segunda vez seguida em casa, o Tondela mal teve tempo para digerir a vantagem e aos 27’ sofreu o empate na sequência de um pontapé de canto. Estava feito o 1-1 que se manteve até ao intervalo. No segundo tempo foram novamente os beirões a estar mais perto do golo com destaque a cair aos 67 minutos com o guarda-redes do Boavista a defender à queima roupa um remate de Richard. Já os 76 minutos o VAR reverteu uma grande penalidade a favor do CD Tondela, assinalando fora de jogo no momento do passe para Richard que depois foi tocado dentro da grande área.



Com esta igualdade os beirões somam agora 25 pontos e colocam um ponto final na série de desaires consecutivos. Já quanto à “malapata” caseira, essa teremos que resolver na próxima ronda no João Cardoso. Até lá, e já no horizonte, está a deslocação ao Estádio da Luz para defrontar o SL Benfica. A preparação para esse jogo arranca na segunda-feira, com o plantel a folgar este domingo.



Natxo González em discurso direto:Creio que tentámos fazer mais e tivemos mais ocasiões para desfazermos este empate. Jogámos contra uma equipa que jogou com um bloco muito baixo e com muitas paragens durante a partida e não foi fácil criar espaços. Tentámos marcar de todas as maneiras mas não conseguimos. Se estou satisfeito com o ponto conquistado? Não. Mas analisando friamente, vínhamos de uma série de três derrotas seguidas e assim quebrámos essa fase e tenho de considerar que somámos um ponto mais nesta caminhada. Acima de tudo estou satisfeito porque estamos a dar passos em vários sentidos que me fazem crer que estamos melhores que há umas semanas atrás.



Confere a ficha de jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 1701 espectadores



Árbitro: Gustavo Correia



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Philipe Sampaio, Ricardo Alves, João Reis (Valente, 66’), John Murillo, João Pedro, Pepelu, Pité, Richard Rodrigues, Ronan (Strkalj, 65’);



Suplentes: Babacar Niasse, Petkovic, Jaquité, Yohan Tavares, Xavier, Tomislav Strkalj, Valente;



Treinador: Natxo González



Boavista FC: Helton Leite, Dulanto, Ricardo Costa, Neris, Carraça, Marlon (Paulinho, 40’), Gustavo Sauer (Idris, 89’), Obiora, Ackah, Heri, Stojiljkovic (Cassiano, 81’);



Suplentes: Bracali, Reisinho, Paulinho, Idris, Bueno, Fernando Cardozo, Cassiano;



Treinador: Daniel Ramos



Disciplina: Cartão amarelo a Stojiljkovic (71’) e Neris (75’);



Marcador:



1-0 Ronan, 25'



1-1 Dulanto, 27'