INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / QUANDO PARA GANHAR NÃO CHEGA JOGAR MAIS E MELHOR
CD Tondela foi superior mas não trouxe pontos de Chaves
 
 

1/13/2019
QUANDO PARA GANHAR NÃO CHEGA JOGAR MAIS E MELHOR
CD Tondela foi superior mas não trouxe pontos de Chaves



Muitas vezes se discute se existe ou não justiça no futebol, o jogo deste domingo é um desses casos. O CD Tondela foi derrotado por 2-1 da deslocação ao reduto do GD Chaves, mas saiu das quatro linhas com a plena consciência que fez de tudo para ter levado para casa um resultado completamente diferente.

Numa partida que teve pinceladas de "comédia trágica", o conjunto tondelense foi ineficaz nas inumeras ocasiões criadas, mas esbarrou igualmente numa arbitragem que acabou por ser decisiva ao assinalar uma grande penalidade inexistente contra os auriverdes aos 20 minutos, lance que ditou o inaugurar do marcador para os flavienses apenas na recarga a uma primeira defesa de Cláudio Ramos.

Sempre com mais bola e com mais iniciativa de jogo, a equipa orientada por Pepa sofreu logo de seguida novo revés quando viu o seu treinador ser expulso do banco, em mais uma decisão injustificada do juiz do encontro. Mesmo assim os beirões continuaram em busca do empate que continuou a não surgir apenas e só por desispiração dos jogadores do CD Tondela e também graças às intervenções do guardião do GD Chaves.

Assim foi logo no reatar da segunda parte com uma parada vistosa do keeper flaviense e um falhanço de seguida na cara do golo. Depois entrou em campo a velha máxima do "quem não marca, sofre" e o GD Chaves fez o segundo golo aos 57 minutos.

A missão de chegar à quarta vitória seguida complicava-se mas a equipa auriverde voltava a reerguer-se e a ficar próxima do golo,  mas a expulsão com vermelho direto a Ricardo Costa aos 62' agudizava ainda mais a realidade.

Até ao fim, e sempre a jogar mais e melhor, o CD Tondela chegou ao golo, numa grande penalidade assinalada via VAR, e validada depois pelo árbitro da partida. Da marca dos 11 metros Tomané atirou a contar, mas o relógio já ia nos 98 minutos.

Assim o CD Tondela viu interrompida a série de triunfos seguidos. A inédita quarta vitória consecutiva no campeonato não chegou mas fica a certeza que mais tarde ou mais cedo iremos conquistá-la. Para a história ficam os vários episódios "anedóticos" que aconteceram durante o encontro. Se deu para rir? Não! Mas fica a certeza que a reação será imediata e com o objetivo de fazer sorrir quem percorreu tantos e tantos quilómetros para nos apoiar.

É com o foco já no duelo da próxima jornada frente ao Belenenses SAD que a equipa volta aos treinos já esta segunda-feira.


Ficha de jogo

Estádio Eng. Manuel Branco Teixeira, Chaves

Assistência: 2.666 espectadores

Árbitro: António Nobre


GD Chaves: António Filipe, Paulinho, Maras, Marcão, Djavan (Luís Martins, 89'), Eustáquio, Bruno Gallo, Luther Singh, Rúben Macedo (Jefferson, 72'), André Luís, William (Niltinho, 80');

Suplentes: Ricardo, Nuno André Coelho, Jefferson, Bressan, Luís Martins, Niltinho, Platiny;

Treinador: Tiago Fernandes.

CD Tondela: Cláudio Ramos, David Bruno, Ricardo Costa, Ricardo Alves, Joãozinho, Bruno Monteiro, Sergio Peña (Tembeng, 78'), Juan Delgado (Murillo, 61'), Xavier, Tomané, Chicho (Ícaro Silva, 67');

Suplentes: Pedro Silva, Ícaro Silva, Tembeng, Patrick, Pité, Murillo, João Reis;

Treinador: Pepa.


Disciplina: Cartão amarelo a Marcão (35'), Sergio Peña (45'+2'), Rúben Macedo (70'), Luther Singh (84'), Paulinho (90'+6'). Cartão vermelho direto a Ricardo Costa (62');


Marcador:

1-0 André Luís, 20'.

2-0 Luther Singh, 57'

2-1 Tomané, 90'+8' (gp)