INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / QUANDO A EFICÁCIA FAZ A DIFERENÇA
Tondela derrotado pelo Portimonense
 
 

8/20/2019
QUANDO A EFICÁCIA FAZ A DIFERENÇA
Tondela derrotado pelo Portimonense



“Quem não marca sofre”, já diz o velho ditado. Esta noite no Estádio João Cardoso pode dizer-se que a máxima encaixa na perfeição no que se passou ao logo do encontro que acabou com a derrota do CD Tondela por 1-2 frente ao Portimonense.



No duelo que marcava o fim da jornada 2 da Liga NOS, nem o facto de se tratar de uma partida a uma segunda-feira à noite afastou os 2955 adeptos que disserem “presente” e comporem as bancadas da casa dos auriverdes.



No que o jogo jogado diz respeito, o treinador Natxo González apostou no mesmo onze que havia empatado em Setúbal e a primeira meia hora parecia indiciar que bons resultados estavam para vir. Os beirões dominavam em todos os capítulos, sempre com mais bola e com algumas aproximações perigosas da baliza algarvia, no entanto foram os de Portimão que praticamente na primeira vez que chegaram à baliza de Cláudio Ramos fizeram golo, estavam corridos 35 minutos. Pior foi mesmo quando ao cair do intervalo o filme repetiu-se e o primeiro tempo acabou com 0-2 no placar.



O segundo tempo trouxe a incorporação de Pité com o intuito de se reduzir distâncias e a verdade é que com menos intensidade e discernimento o CD Tondela continuou a dominar o encontro mas sempre sem conseguir concretizar. A exceção foi aos 85 minutos quando Richard Rodrigues atirou a contar depois de uma recuperação de Moufi que serviu o camisola 77 para o tento que minutos mais tarde se confirmou que era somente de honra.



Com este resultado os auriverdes seguem com um ponto conquistado, agora em duas rondas, seguindo já esta terça-feira a preparação para a terceira jornada que traz na “ementa” uma deslocação ao reduto do Marítimo da Madeira.



Confere a seguir a ficha desde jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 2955 espectadores



Árbitro: Hugo Miguel



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi ,Bruno Wilson, Yohan Tavares, Filipe Ferreira (João Vigário, 69), Pedro Augusto (Pité, 46), Pepelu, João Pedro (Xavier, 60), Jhon Murillo, Jonathan, Richard Rodrigues.



Suplentes: Diogo Silva, João Vigário, Philipe Sampaio, Pité, Jaquité, Rubilio Castillo, Xavier;



Treinador: Natxo González.



Portimonense: Ricardo Ferreira, Henrique, Willyan, Jadson, Anzai, Aylton Boa Morte (Hackman, 90+1), Pedro Sá, Romulo, Bruno Tabata (Rodrigo, 87), Cevallos (Dener, 74) e Iury.



Suplentes: Gonda, Hackman, Dener, Rodrigo, Marlos, Luquinhas, José Gomes



Treinador: Antóno Folha



Disciplina: Cartão amarelo a Bruno Wilson (82’), Iury (90’+3’)



Marcador:



0-1 Aylton Boa Morte, 36’



0-2 Iury, 45’



1-2 Richard Rodrigues, 84’