INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / SUPERIORIDADE TOTAL MERECIA MAIS QUE UM PONTO
Sentimento agridoce no empate na Cidade do Futebol
 
 

7/1/2020
SUPERIORIDADE TOTAL MERECIA MAIS QUE UM PONTO
Sentimento agridoce no empate na Cidade do Futebol



Há umas semanas atrás falámos na personalidade que nos iria, mais tarde, dar alegrias. Hoje, frente ao Belenenses SAD assim foi, apesar do empate 1-1 ter sido claramente um resultado penalizador para o que o Tondela desenvolveu ao longo dos 90 minutos.



Num duelo de adversários diretos na luta pela manutenção e separados por apenas um ponto, os auriverdes entraram melhor e aos oito minutos já venciam por 0-1 com Ronan a subir ao terceiro andar para fazer o golo dos beirões.



Natxo González gostava, desde o banco, do que via, com a sua equipa a controlar completamente as operações e quase sempre com Richard Rodrigues a dar água pelas barbas à defensiva adversária. No entanto o Belenenses SAD chegou ao empate aos 39 minutos, deixando o marcador num 1-1 até ao intervalo.



O segundo tempo trouxe uma contrariedade para os beirões com Jaquité a ser expulso após ter visto dois cartões amarelos em menos de três minutos – aos 53’ o Tondela passava a jogar com dez mas tal inferioridade mal se notou dentro de campo já que os jogadores auriverdes agigantaram-se perante o adversário e fizeram mais do que o suficiente para ficar com os três pontos.



João Pedro e Pepelu dominaram por completo as operações no centro do terreno, Richard (de novo) foi um autêntico “diabo” à solta e a turma de Natxo González viu, por mais que uma vez o segundo golo a ficar muito próximo, ficando na retina as oportunidades de Tomi Strkalj ao rematar ao poste e a cabecear para a defesa da tarde do guardião do Belenenses SAD.



Contas feitas, o Tondela pôs um ponto final na fase de derrotas seguidas, voltou a pontuar e mostrou, ao longo de todo o encontro que, apesar de ser importante somar, quis sempre conquistar os três pontos. Mais uma mostra da personalidade desta equipa auriverde.



Assim os beirões somam agora 30 pontos e seguem vivos na luta pela tranquilidade. A resposta na Cidade do Futebol foi positiva, a personalidade esteve, de novo, em destaque. É este o nosso caminho, é assim que seguiremos rumo aos nossos objetivos.



A equipa volta a treinar já esta quinta-feira para o arranque da preparação à receção frente ao FC Famalicão, num duelo marcado para domingo, 5 de julho, às 19h15 no nosso Estádio João Cardoso.



Confere a ficha deste jogo:



Estádio da Cidade do Futebol, Oeiras



Árbitro: Rui Costa



Belenenses SAD: André Moreira, Tiago Esgaio, Cafú Phete (Ricardo Ferreira, 46’), Nuno Coelho, Rúben Lima, Nilton Varela (Nuno Pina, 69’), Show (Silvestre Varela, 63’) (Keita, 83’), André Santos, Licá, Marco Matias (Edi Semedo, 83’), Cassierra.



Suplentes: João Monteiro, Diogo Calila, Ricardo Ferreira, Danny Henriques, Nuno Pina, Robinho, Silvestre Varela, Edi Semedo, Keita);



Treinador: Peti



CD Tondela: Cláudio Ramos, Moufi, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Filipe Ferreira, Jaquité, Pepelu, Jhon Murillo (Jonathan Toro, 68’), Richard Rodrigues (Xavier, 88’), João Pedro, Ronan (Strkalj, 72’);



Suplentes: Babacar Niasse, Petkovic, Philipe Sampaio, Pedro Augusto, Pité, Xavier, Jonathan Toro, Strkalj, Ruben Fonseca).



Treinador: Natxo González.



Disciplina: Cartão amarelo a Moufi (23’), Cafú Phete (28’), Richard Rodrigues (48’), Nuno Coelho (49’), Jaquité (51’ e 53’), Ricardo Alves (74’), Tiago Esgaio (89’). Cartão vermelho por acumulação a Jaquité (53’);



Marcador:



0-1, Ronan, 8’



1-1, Cassierra, 39’